Carta aberta ao Presidente da Assembleia Municipal de Coimbra, Luís de Almeida Torres Marinho

Категорія: SOS Ukrania pt
Створено: 24 березня 2024 Дата публікації
Автор: Admin Перегляди: 1463

51     Presidente da Assembleia Municipal de Coimbra,
     Luís de Almeida Torres Marinho

     Exmos Senhores/as Deputados da Assembleia Municipal de Coimbra,

   Já pela segunda vez, desde o início da ampla agressão russa, o deputado Manuel Vaz Pires da Rocha - CDU - Coligação Democrática Unitária (PCP-PEV), ignorando o direito internacional, visita a Federação Russa como observador (referendo de anexação dos territórios ocupados em 2023 e eleições presidenciais em 2024), o que viola a legislação ucraniana.
Para nós, ucranianos, a posição do deputado, suas declarações públicas, não são nada além de uma legalização do governo criminoso da Federação Russa, que conduz uma agressão genocida contra a Ucrânia, e também persegue e mata seus próprios cidadãos que discordam da política do criminoso Putin.
   Sabemos que a maioria dos partidos políticos representados no conselho municipal condenam a agressão russa e não compartilham a posição do deputado, pelo que expressamos nossa grande gratidão.
   Mas, considerando a terrível tragédia que o povo ucraniano está passando, pedimos que o assunto do repúdio oficial às ações de seu colega, que apoia o regime fascista de Putin e contribui para a continuação dos assassinatos de ucranianos, seja levado em consideração.
   (Confirmação da presença do deputado Manuel Vaz Pires da Rocha como observador nas eleições prescindencias na Rússia 2024 - comentário ao canal russo “mir24.tv”
МИР24 | Особенности голосования в России: что отметили международные наблюдатели?
   "Sou professor em uma escola de música em Portugal, estudei aqui, na União Soviética. Vocês têm muitas opções. Há uma opção presencial, a opção em casa, a opção online. Acho que é muito importante as pessoas poderem votar", observou o observador, membro da assembleia municipal da cidade de Coimbra (Portugal), Manuel Pires da Rocha.
   Manuel Rocha não teme sanções em casa por sua atual visita à Rússia: "Somos perseguidos porque suspeitam que estamos trabalhando para alguém. Mas não estamos trabalhando para ninguém. Estou falando honestamente, pela verdade - é para isso que estou fazendo isso")

Presidente da Associação dos Ucranianos em Portugal,
Pavlo Sadokha

image

O seu apoio é importante, independentemente do valor que está disponível a doarimage


88888


 ban23


Читати Українською!

Бібліотека у Португалії

R. Saco 1, 1150-311 Lisboa

85


 

Громадське незалежне
телебачення 
«Тризуб TV»

tryzub tv


 



Книга пам'яті


УГКЦ у Португалії

Розпорядок Богослужінь



Уроки португальської мови


Відеоархів Спілки:

Статистика
Перегляди статей
17148417
Лічильник

Українська рейтингова система