Em 2008 residiam legalmente em Portugal cerca de 440 mil estrangeiros

Створено: 14 липня 2009 Перегляди: 8408

O Relatório Imigração, Fronteiras e Asilo divulgado, esta segunda-feira, pelo Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), mostra que em 2008 residiam legalmente em Portugal cerca de 440 mil estrangeiros. As comunidades brasileira e ucraniana são as mais representativas.

Em comparação a 2007, houve um pequeno aumento de «um por cento». Ainda de acordo com o mesmo documento, os números revelam «alguma continuidade, ainda que atenuada na evolução positiva e sustentada que vem caracterizando este universo populacional nos últimos anos», escreve a agência Lusa.

Além do Brasil e da Ucrânia destacam-se também as comunidades oriundas de Cabo Verde, Angola, Roménia, Guiné-Bissau e Moldávia.

No entanto, em 2008, a comunidade brasileira destacou-se das restantes e tem agora perto de 107 mil residentes em Portugal. Este número, segundo o relatório, apenas confirma a «tendência que se vinha a desenhar» desde o início do século.

A Ucrânia é a segunda comunidade estrangeira mais representativa em Portugal, atingindo uns expressivos 52 494 residentes. Enquanto os cabo-verdianos rondam actualmente os 51 352 residentes.

A nível da União Europeia, a Roménia é o país com mais residentes legais em Portugal (27 771). Depois temos Angola e Guiné-Bissau, com 27 619 e 24 391 residentes.

 

 

Fonte:  agência Lusa

Громадське незалежне
телебачення 
«Тризуб TV»

tryzub tv

Книга пам'яті


УГКЦ у Португалії

Розпорядок Богослужінь



 

Уроки португальської мови

Відеоархів Спілки:

Статистика
Перегляди статей
5124043
Лічильник

Українська рейтингова система